sábado, 8 de julho de 2017

Waffles de aveia e côco



Faz já algum tempo desde comprei, no Lidl, uma máquina para fazer waffles. Foi uma daquelas compras por impulso, não há como negá-lo. Pensei na facilidade com que poderia comer, muito mais vezes, esta guloseima tão parecida com as panquecas de que tanto gosto. Mas o tempo foi passando, e a máquina lá ficou, esquecida, numa gaveta. Um dia destes, enquanto fazia umas arrumações nos armários, encontrei a máquina de fazer waffles, e, sem hesitar, decidi que aquele seria o primeiro dia em que lhe daria uso. E, desde aí, não tenho dado descanso à máquina!
Estas waffles juntam aveia e côco, mas tenho experimentado diversas combinações, e todas têm resultado bem. É muito fácil fazer waffles e, com a ajuda desta máquina, o processo é mesmo rápido. Nem preciso de esperar pelo fim de semana, quando há mais tempo livre, para ter pequenos-almoços mais aprimorados!

Usei:

Uma de chávena de farinha de trigo com fermento
Duas colheres de sopa de flocos de aveia integral
Duas colheres de sopa de côco ralado
Uma chávena de leite de amêndoa
1 ovo pequeno
Uma pitada de sal refinado
Maple syrup, canela em pó e framboesas


Fiz assim:

Liguei a máquina de fazer waffles na temperatura 3. Peguei numa taça e nela misturei a farinha com a aveia, o sal e o côco. Juntei o leite e o ovo, e, usando um garfo, misturei os ingredientes secos com os líquidos, até obter um preparado homogéneo. Espalhei colheradas de massa pela máquina, até preencher todo o espaço, fechei a tampa, e deixei que a máquina fizesse o seu trabalho. O tempo de cozedura varia entre os dois ou três minutos, consoante o quão douradas ou tostadas queremos as waffles. Neste dia, contentei-me com dois minutos, porque o apetite não me dava tréguas e não queria esperar mais, mas aconselho os três minutos. Retirei a waffle e cobri-a com maple syrup e framboesas e uma pitada de canela. Acompanhei com fruta da época (já vos disse o quanto adoro as frutas de Verão? Cerejas, meloas, ameixas, pêras Dona Joaquina... Devia ser assim o ano todo!) e sumo de laranja. 
Estas quantidades dão para duas waffles, portanto, adivinhem qual foi o meu pequeno-almoço no dia seguinte... :)





quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Bolo de Chocolate com Cobertura de Mousse de Chocolate e Fios de Ovos


Fiz este bolo para a noite de Passagem de Ano, mas aqui fica a sugestão para um dia mais guloso como, por exemplo, a Noite de Reis que amanhã se celebra.
Tanto o bolo como a mousse foram preparados exclusivamente com claras, das muitas que me sobraram dos doces de Natal que, na sua maioria, só levam gemas. A mousse feita só com claras fica muito leve, e o bolo fica bem fofo. É uma boa ideia para utilizar claras de ovo de sobra!

Para o bolo:

5 claras de ovo
uma chávena e meia de açúcar amarelo
duas chávenas de farinha de trigo com fermento
meia chávena de cacau
uma chávena de óleo de girassol
uma chávena de água a ferver
uma colher de chá de bicarbonato de sódio

Para a mousse de chocolate:

5 claras de ovo
5 colheres de sopa de açúcar
5 colheres de sopa de manteiga
uma tablete de chocolate preto para culinária

Para a decoração:

Fios de ovos
Pérolas prateadas
Açúcar dourado


Fiz assim:

Comecei por preparar o bolo, batendo as claras com o açúcar até ficarem firmes. Juntei depois a água e o óleo, e bati tudo. Adicionei o cacau à mistura, alternando com a farinha, a que já havia misturado o bicarbonato. Envolvi bem todos os ingredientes, coloquei o preparado numa forma previamente untada com manteiga e polvilhada com farinha, e levei ao forno, pré-aquecido a 180º, durante 40 minutos. Fiz o teste do palito para ver se o bolo estava cozido, retirei-o do forno, e deixei que arrefecesse completamente. 
Entretanto, preparei a mousse de chocolate. Comecei por derreter o chocolate com a manteiga no micro-ondas, durante dois minutos, a temperatura média. Com uma espátula, misturei bem o chocolate com a manteiga, e deixei esta mistura arrefecer. Bati as claras em castelo, adicionei o açúcar, e continuei a bater, até obter uma preparado firme. Misturei o chocolate, já arrefecido, a este preparado, envolvendo com a espátula. Coloquei a mousse por cima do bolo, enfeitei com os fios de ovos, as pérolas prateadas e o açúcar dourado, e levei ao frigorífico até à hora de servir. 
Este bolo ficou muito bom, e fez muito sucesso junto daqueles com quem passei esta noite festiva. 

FELIZ ANO NOVO!