segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Quiche Cremosa de Salmão e Couve-Flor



Havia um filete de salmão grelhado que tinha sobrado. Havia uma placa de massa quebrada pronta a ser usada. E também havia uma couve-flor que precisava de ser consumida com urgência. Eu nem sequer gosto de couve-flor, mas tinha comprado uma, para experimentar numa receita de puré de batata que vi noutros blogues. Mas, devido ao calor, não me apetecia muito estar a fazer o puré: o tempo quente deixa-me indolente, e sem vontade de me aventurar em preparações culinárias que exigem muito tempo. Por essa razão, a couve-flor foi envelhecendo numa gaveta do frigorífico. O melhor destino que lhe consegui dar foi esta tarte salgada cremosa... E deliciosa!

Usei:

1 filete de salmão grelhado, livre de espinhas e peles, e desfiado
1 couve-flor pequena
1 placa de massa quebrada
1 frasco de creme culinário de soja
1 ovo
1 colher de sopa de farinha maizena
Sal e pimenta
Noz moscada, estragão seco e cebolinho fresco

Fiz assim:

Cozi a couve-flor, depois de lavada e separada em raminhos, em água temperada de sal. Depois de cozida, escorri a água, e triturei a couve-flor, com a ajuda do processador. Juntei-lhe os pedaços de salmão desfiado e a farinha, e misturei bem. Misturei o creme de soja com o ovo, uma pitada de sal e pimenta, de noz moscada, e uma colher de café de estragão seco. Cortei do meu vaso algumas hastes de cebolinho, piquei-as, e adicionei-as ao creme de soja. Depois, numa taça, juntei as duas misturas, o creme de salmão e couve-flor e o creme de soja com ovo, especiarias e ervas. 
Desenrolei a placa de massa quebrada, e com ela cobri uma forma para tartes, mantendo o papel vegetal que envolve a massa. Recheei a massa com o creme, e levei ao forno, pré-aquecido a 190º, durante 40 minutos. 
Nunca pensei que resultasse tão bem! Não se sentia o sabor da couve-flor, e ainda bem! :)




2 comentários:

  1. Parece deliciosa!
    As tartes salgada são sempre boas opções, são óptimas quentes ou frias.

    ResponderEliminar